• English
  • Português

home

LISTA DE NOTAS DA 1ª FASE DO PROCESSO SELETIVO 2019

LISTA DE NOTAS DO PROCESSO SELETIVO 2019

PROCESSO SELETIVO 2018/2019

RESULTADO ALUNO ESPECIAL 2º SEMESTRE 2018

ALUNO ESPECIAL

Clique aqui

EDITAL DE BOLSA DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES, 2018)

DIVULGAÇÃO DA LISTA DE APROVADOS NA 2ª FASE DO MESTRADO 2019

CEA/PPGAS/SESC/NUMAS/ProAfrica/CNPq convidam: Vizinhanças nas entrelinhas: alianças e conflitos, trocas (des)iguais e cooperação na África Austral e Brasil

Na literatura internacional a África do Sul, Moçambique e Brasil são países que raramente compõem projetos comparados de pesquisa. O objetivo deste seminário é investir nas interconexões (explícitas ou fruto de ações em rede) entre diferentes países do chamado eixo “sul-sul” que possuem histórias conectadas, mas que não são ex-colônias ligadas a uma mesma lógica imperial, racial e de gênero. Todos países que enfrentam os limites de suas recentes democracias.

Lista de Notas Finais (2ª fase) do Processo Seletivo de Doutorado 2019

DIVULGAÇÃO DA LISTA DE APROVADOS – DOUTORADO 2019

Lançamento do livro "Treinadores de Sentido: Notas Etnográficas Sobre as Atividades Motivacionais Modernas", de Jorge G. de Oliveira Jr.

Centralidades Periféricas: A Cena Teatral que Ecoa das Periferias

LISTA DE APROVADOS NA 1ª FASE DO PROCESSO SELETIVO 2019/ MESTRADO

LISTA DE APROVADOS NA 1ª FASE DO PROCESSO SELETIVO 2019/ DOUTORADO

Nota Oficial do Corpo Discente PPGAS-USP sobre o incêndio ocorrido no Museu Nacional

É com imensa tristeza, preocupação e revolta que o corpo discente do Programa de Pós Graduação em Antropologia Social da USP apresenta seu pesar pelo incêndio ocorrido no Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro na noite de ontem. 

Aproximações ao movimento de mulheres indígenas

WORKSHOP ETNOGRÁFICO ENTRE OS GRUPOS DE PESQUISA DA USP

Em comemoração aos 10 anos do Núcleo de Estudos dos Marcadores Sociais da Diferença (Numas), convidamos todas as pessoas a apresentarem e debaterem pequenos relatos de pesquisa em um Workshop Etnográfico

Diálogos Ameríndios com Jaime Mayuruna e Emerson Oliveira - 24/08

Menção Honrosa - Prêmio Tese Destaque USP

A tese Jorge Mauricio Herrera Acuna – “Maestrias de Mestre Pastinha: um intelectual da cidade gingada” – defendida em 2017, sob orientação de Lilia Moritz Schwarcz, recebeu menção honrosa no Prêmio Tese Destaque USP de 2018 / Grande Área de Ciências Humanas.

CEstA Intempestiva com Luis Cayón - Agosto Indígena 2018

Atividades CEMA 2018

O Centro de Estudos Mesoamericanos e Andinos (CEMA/USP) convida todos a participarem de suas atividades do segundo semestre de 2018:
 
 

Sexta do Mês - 29/08, 14h - sala 24 do Prédio de Ciências Sociais

Curso GEAC: [Antropologia da cidade: modos de fazer]

Nota sobre os cortes da CAPES

CEstA Intempestiva com Eliel Benites - 10/08 - 10hs

Agosto Indígena 2018: Povos Ameríndios e a Política do Bem Viver - 10 a 31/08

 

Agosto Indígena 2018: Povos Ameríndios e a Política do Bem Viver - 10 a 31/08

 

DIÁLOGOS AMERÍNDIOS com Marilton e Natalino Maxakali - 29/06, 14h

DIÁLOGOS AMERÍNDIOS 
com Marilton e Natalino Maxakali (Professores e cineastas Maxakali)
 

Sexta-feira, 29 de junho de 2018 - 14h

Auditório do LISA - Rua do Anfiteatro, 181 - favo 10

Seminário "Lições de fala" [de 4 a 6 de julho]

O CEstA e o Projeto Fapesp "Diplomacias Cosmopolíticas nas Terras Baixas da América do Sul" convidam para o Seminário 

 

Lições de fala

– diálogos ameríndios

 

de 4 a 6 de julho de 2018

Sala 14, Prédio do Medio da FFLCH/USP

 

 

Lançamento: The Routledge Companion to the Study of Local Musicking

Sexta do Mês: Políticas do fazer morrer

NUMAS 10 ANOS. HISTÓRIAS, MEMÓRIAS E PROJETOS

DIÁLOGOS AMERÍNDIOS com Marilton e Natalino Maxakali (Professores e cineastas Maxakali)

 

DIÁLOGOS AMERÍNDIOS 
com Marilton e Natalino Maxakali (Professores e cineastas Maxakali)
 

Sexta-feira, 29 de junho de 2018 - 14h

OS XETÁ E SEUS ACERVOS: HISTÓRIA, ANTROPOLOGIA E ARQUEOLOGIA

Trinta Anos da Constituição e o capítulo "Dos Índios" na atual conjuntura

Trinta Anos da Constituição e o capítulo "Dos Índios" na atual conjuntura 

NAPEDRA EM PERFORMANCE: CRIAÇÕES VIII. 6, 7 e 8 de junho de 2018

 

NAPEDRA EM PERFORMANCE: CRIAÇÕES VIII

6, 7 e 8 de junho de 2018

 

Organização:

Núcleo de Antropologia, Performance e Drama – NAPEDRA

Núcleo de Cultura e Extensão em Artes Afro-Brasileiras da USP

Laboratório de Imagem e Som em Antropologia – LISA

 

 

QUARTA-FEIRA, 6 de junho

 

Manhã

Revolution Talks. Falando sobre Revolução

Mostra de Cinema Indígena

Edital de estágio para monitor-bolsista no PPGAS

Tocando no Ritmo: Guerreiros (fidaiyyin) e Jovens Palestinos (shabab) conversam através da música

CEstA Intempestiva com Marcela Coelho de Souza (UnB) Mediação de Marina Vanzolini: “Antropologias da Tterra e o Golpe de 2016”

Ver Peixe: técnica e percepção na pesca da tainha (no LISA)

Técnica e vida: relações intrínsecas (no LISA)

 
Resumo ​da palestra:
 
Forms of thought, from what Lévi-Strauss called the “systematization [of] what is immediately presented to the senses,” to the causal theories studied by Evans-Pritchard in witchcraft, have generally been interpreted as an expression of a specific language or “culture.” In this paper, I discuss this way of defining thought. Three classic objections are examined: (1) societies sharing the same “system of thought” may speak different languages, and vice versa; (2) if a relation between language and thought exists, it is an indirect and controversial one, and we should never take it for granted (or infer qualities of thought from language structures) without further investigation; (3) the languages that we use to qualify different kinds of thought are constantly translated. Through a discussion of the context of translation, I argue that instead of seeing the possibility of translation as a theoretical difficulty for defining thought, we could, on the contrary, consider the ethnography of translation as a chance to observe the dynamics and structure of thought processes, and to study how they operate in different cultural contexts. Using three Amazonian examples, I will try to describe the kind of cognition involved by the form of translation that Jakobson calls transmutation. I will argue that from this ethnographic analysis, we can not only derive a better (both wider and more precise) idea of some, rarely studied, cultural translation processes, but also draw from it a new way to define the concept of “cultural ontology,” both for Amazonian cultures and in more general terms.

Debate: Urbe em Foco: em torno da Cracolândia paulista

Sexta do Mês: humanos e não humanos: novos (velhos) subalternos

Diálogos Ameríndios - Três Mestres Indígenas do NEAI

Devolução dos trabalhos da disciplina Antropologia Visual: Usos da Fotografia na Antropologia, profa. Sylvia Caiuby

Os trabalhos corrigidos da disciplina "Antropologia Visual: Usos da Fotografia na Antropologia" podem ser retirados no LISA de segunda à sexta-feira, nos períodos das 9h às 17h.

d s t q q s s
 
 
 
 
1
 
2
 
3
 
4
 
5
 
6
 
7
 
8
 
9
 
10
 
11
 
12
 
13
 
14
 
15
 
16
 
17
 
18
 
19
 
20
 
21
 
22
 
23
 
24
 
25
 
26
 
27
 
28
 
29
 
30
 
 
Add to My Calendar

Resultado Seleção PNPD/CAPES

ALUNO ESPECIAL